Untitled Document

Constituição da Rureco

Dentro deste contexto, na década de 1970, os pequenos produtores da Região Centro-Oeste do Paraná passam a se reunir para pensar sobre os seus problemas. com o apoio da igreja, represntada pela Pastoral Rural, passam a procurar, juntamente com assistência de Técnicos e Missionários, formas alternativas de enfrentar os problemas principalmente aqueles ligados à produção, comercialização, saúde, jovens e mulheres. Essas reflexões começaram a surtir resultados com a ampliação do grau de organização dos agricultores. Nesse processo, os agricultores da região obriveram apoios de Entidades de Cooperação Internacional, principalmente ligadas às igrejas, como a CZWD (Igreja Reformada da HOlanda) e CEBEMO(Igreja Católica)


No período compreendido entre 1978 e 1989, com a participação da diocése, via Pastoral Rural, ampliaram-se os grupos de organizaçãode base que discutiam essa problemática. como consequência foram fundadas diversas Associações e Sindicatos de Trabalhadores Rurais na região, buscando sempre formas de enfrentamento e resistência para a busca de soluções dos problemas que afetavam as comunidades rurais. Essas novas organizações tinham papéis e objetivos complementares:

  • As associações foram criadas com objetivos mais voltados pra prestar serviços nas áreas da produção, beneficiamento, comercialização, assistência técnica, fjormação e capacitação;
  • Os sindicatos tinham suas ações, nesse momento, mais voltados pra as questões da luta pela terra, a busca da formação política e a degesa do direito dos agricultores terem acesso aos serviços de saúde pública;

Dessa forma, inclui-se na região, e em especial junto aos pequenos agricultores, uma NOVA VISÂO em relação ao desenvolvimento rural, promovendo dliscussões em diversas áreas: sindicalismo, associativismo, reforma agrária, alternativas de produção, diversificação de culturas, direitos dos agricultores, comunicação, etc.

Apesar dos avanços conquistados pelas organizações da rregião, tinha-se já as seguintes preocupações, em consequência do crescimento do trabalho:

  • Como assegurar a continuidade das atividades;
  • Quem iria pagar pela continuidade dos serviços;
  • Como as entidades poderiam se manter;
  • Como aumentar o intercâmbio entre os diversos municípios;
  • Como articular as discussões e trabalhos que estavam acontecendo na região.

Apesar dessa preocupações, havia também o desafio de aumentar o número de organizações, porém assegurando a sua articulação no município e região. Foi nesse quadro de crescimento do trabalho e das organizações de base e municipais, que suge a necessidade de constituir uma entidade regional pra articular e assessorar aos pequenos produtores e suas entidades, principalmente nas áreas do associativismo, organização da produção, comercialização, beneficiamento, formação, capacitação e organização.


A proposta era que essa entidade regional possuísse uma estrutura suficientre segura e coesa para que a sua proposta técnica alternativa, face ao convencionalmente concebido como desenvolvimento rural, ser sustentada e ampliada.

Assim, no dia 18 de julho de 1986, as quatro entidades municipais já exixtentes (Associações dos municípios de Turvo e Nova Tebas e os Sindicatos Rurais de Pitanga e Turvo), criaram a Fundação RURECO.

Somente a partir de 1998, que a Fundação RURECO consegure se estruturar na consolidação de um grupo técnico e de assessoria regional. Aprofunda-se nesse momento, a discussão e elaboração de uma proposta de desenvolvimento para agricultura familiar na região, com base nas seguintes preocupações:

  • Buscar o crescimento e autonomia das organizações no municípios (grupos comunitários, associações e sindicatos);
  • Assegura a articulação regional das entidades municipais e por consequência de seus trabalhos;
  • Buscar a realização de um trabalho voltado para a formação técnica e política dos agricultores envolvidos na organização da produção, beneficiamento e comercialização;
  • Formular e desenvolver programas técnicos com alternativas para o desenvolvimento rural;
  • Viabilizar e consolidar as estruturas municipais e regionais para dar suporte a proposta de desenvolvimento da cadeia produtiva (produção, beneficiamento e comercialização), como forma de melhorar a renda dos agricultores envolvidos e de buscar a auto-sustentação para os trabalhos.

Portanto a Fundação RURECO nasceu com o objetivo de apoiar e de articular regionalmente as ações das organizações dos pequenos agricultores nas áreas de produção, beneficiamento, comercialização e do associativismo. Suas ações se orientam pelo estímulo à organização e a capacitação dos agricultores, pela difusão e busca de alternativas tecnológicas para produção e comercialização agrícolas, visando promover a independência, a autonomia e a autogestão do agricultor familiar, das suas organizações e da suas comunidade.





Fundação Rureco - Guarapuava - BR 277, km 348 - Cx. Postal 258
Fone 42 3627 5349 - rureco@rureco.org.br
Área Restrita